Mulheres bem sucedidas: temidas ou admiradas?

40

Ainda hoje, homens sentem-se inseguros ao lado de mulheres de sucessomulher bem sucedida


“Hoje visualizo que os homens procuram mulheres independentes, bem sucedidas. E ainda vou mais longe, acredito que uma mulher poderosa tem certo fetiche para os homens, bem diferente da ‘Amélia’”, defende Natália Borges, 23 anos.

A realidade, no entanto, pode ser outra. Para quem pensa que aquela história de homem ter medo de mulher bem sucedida ser coisa de algumas décadas atrás, quando a ala feminina começava a conquistar o seu espaço, a PUC Campinas mostra que ainda não é bem assim. Pesquisa feita com 354 executivas aponta que mulheres com cargos mais altos apresentam problemas em manter um relacionamento estável.

De acordo com o estudo, enquanto 80% dos dirigentes homens são casados ou mantêm um relacionamento estável, apenas 20% das mulheres dirigentes estão em uma destas situações. Quando analisado o segundo escalão (o primeiro corresponde a presidentes, vices ou diretores executivos), o índice de mulheres diretoras funcionais em um relacionamento amoroso subiu para 74%. Ainda assim, inferior ao índice referente aos homens diretores do primeiro escalão.

Os motivos para tal situação não foram abordados pela pesquisa, mas, a psicóloga Márcia Luiza Trindade acredita que os homens, frutos de educações mais conservadoras, têm ainda a figura masculina como a base familiar.

“Com a crescente inserção da mulher no mercado de trabalho, o homem começa a se sentir em dívida frente a mulheres bem sucedidas. Alguns ainda acreditam que deveriam sustentar a casa sozinhos”, explica a psicóloga.

A terapeuta de casais Tina Zampieri é ainda mais taxativa. Para ela, homens que se consideram a figura central da base familiar tem internalizado um perfil de companheira que não corresponde à mulher bem sucedida.

mulher no controle

“A gente tem a sensação de que mulher, quando bem sucedida, se torna independente não só no mundo dos negócios, mas no relacionamento também. E qual homem não se sente inseguro com isso? Parece ser mais cômodo ter alguém dependente da gente, não acha? Descrição: ;)<!–[endif]–> Eu sei que é um pensamento machista ao extremo, mas é da natureza humana!”, relata João*, 26 anos.

Para Dioney Alves, 30 anos, a mulher independente ainda não é bem compreendida e, talvez por isso, desperte insegurança em alguns homens. “Uma mulher bem sucedida atrai admiração de todos, além de quem está sempre em evidência. Uma mulher bem sucedida é sinônimo de independência e força, padrões ainda não muito bem compreendidos em nossa sociedade. Eu prefiro as bem sucedidas, mas a maioria, não”, comenta.

O jornalista americano Michael Noer, editor da revista Forbes, é um dos defensores de que mulheres bem sucedidas e relacionamentos estáveis não combinam. Ele chegou a publicar, em uma edição da revista, vários estudos para comprovar que estas mulheres estão mais propensas ao divórcio, à traição e a não querer ter filhos.

Em meio aos dados divulgados e entre as muitas opiniões acerca da questão, a terapeuta de casais Tina Zampieri alerta que, em um relacionamento, o desequilíbrio ocorre, não quando um é mais bem sucedido que o outro, mas, quando apenas uma parte cresce.

“Acontece o divórcio emocional, o casal se desequilibra porque não forma mais um par, as expectativas mudam”, esclarece a terapeuta.

*Nome fictício

You might also like More from author

No Comments

  1. macys prom dresses says

    Förstår precis hur du känner och jag känner med dig!! Hade en unghingst som jag förlorade i en olycka, han sprang och bröt benet. Benet, frambenet, var helt av och han försökte hela tiden slå av det…. Det tog mig över 1 år innan jag kunde se en häst som liknade honom utan att börja storgråta. Det tar tid för sådana inre sår att läka, och jag tror aldrig de läker helt men de mattas av med tidens gång. Hoppas du får många träningshästar och får en massa annat roligt att tänka på och jobba med. Det underlättar =)
    macys prom dresses http://www.macdressys.com

Leave A Reply

Your email address will not be published.